Eusébio marcou a minha juventude, alimentou os meus sonhos ,foi a minha referência e o meu grande idolo. E ainda tive o previlégio de jogar com ele.

Eusébio foi o melhor jogador português do Sec.XX e um dos melhores do Mundo.

Tenho dois momentos marcantes:

1 – A minha primeira memoria de Eusébio foi em 2 de Maio de 1962, quando o Benfica venceu a final da Taça dos Campeões Europeus, em Amesterdão. Tinha 9 anos.

Num raro televisor existente em casa de um familiar,com a sala apinhada de gente,assisti ao jogo em directo a preto e branco,com a narração inconfundivel de Artur Agostinho.

Vitória brilhante sobre o Real Madrid por 5-3 com o “ menino prodigio moçambicano “ a marcar os decisivos dois ultimos golos.

Inesquecivel. 

 

2 – Em 1966 no Campeonato do Mundo em Inglaterra, Eusébio deixou-nos em extase.

Lider da selecção portuguesa que alcançou o 3ºlugar, melhor marcador da competição e uma exibição contra a Coreia(4 golos) numa vitória por 5-3 que será sempre recordada em qualquer história do futebol.

Para ver, rever e recordar. The King Eusébio