Football stories

De regresso à Bélgica

By September 5, 2018 No Comments

Quando levantei voo de Mumbai em direcção a Portugal, no início de Julho, não imaginava que iria deixar a Índia e o seu futebol.

Um conjunto de circunstâncias inesperadas que o destino se encarrega de traçar na nossa vida trouxe-me de regresso ao futebol belga.

Num espaço de horas a porta da Índia fechou-se e abriu-se uma janela na Bélgica. Praticamente 40 anos depois.

 

40 anos separam estas duas fotos

De facto em Junho de 1978 fazia os meus primeiros treinos no Standard de Liège, e pouco depois estreava-me oficialmente pelo clube na Taça Intertoto. Na cidade francófona de Liège fiquei 3 anos que foram extremamente importantes e decisivos na minha carreira como jogador. E que também influenciaram e muito a minha carreira como treinador.

Recordo essencialmente o treinador Ernst Happel, um verdadeiro mestre do treino, e a riqueza de um plantel diversificado que possuía jogadores de grande qualidade como o belga Eric Gerets, o sueco Ralf Edström, o holandês Simon Tahamata, o islandês Ásgeir Sigurvinsson ou austríaco Alfred Riedl. E tive a honra de jogar os primeiros jogos com um colega que se tornou um dos melhores guarda redes do mundo: Michel Preud’homme!!

 

Ernst Happel

 

Michel Preud’Homme

 

Tahamata

 

E agora em Julho de 2018, cheguei de novo à Bélgica á cidade flamenga de Antuérpia.

Mais experiente, mais velho mas com o mesmo entusiasmo e curiosidade dos anos 70. Para treinar os Sub-21 do clube que tem o nome da cidade.

 

O clube, Royal Antwerp Football Club – que ostenta o numero 1 no seu símbolo oficial, é o mais antigo clube da Bélgica. “The Old One”, foi fundado em 1880, e é também um dos mais antigos clubes de futebol do mundo. Prestigiante e excitante ao mesmo tempo poder viver esta nova experiência, este novo sonho.

« We are never to young to start a new empire and never too old to start a new dream »